Eventos

Organização do Fórum Social Mundial Palestina Livre divulga programa


Depois de dois anos de debates e trabalho coletivo, milhares de ativistas e organizações de 36 países estão se reunindo em Porto Alegre para fazer deste Fórum Social Mundial Palestina Livre um evento histórico. Data para esta convergência foi escolhida em solidariedade ao povo palestino – exatamente 65 anos depois que a ONU aprovou o Plano de Divisão da Palestina – e era sabido que seria realizado em um momento-chave da história. Os recentes ataques a Gaza, que em apenas uma semana deixaram mais de 150 palestinos mortos e quase 1000 feridos, comprovam a importância do evento nesse momento.

O fórum está baseado em um forte processo que construiu um consenso entre os comitês palestino, brasileiro e internacional, fundamentado no Documento de Referência desenvolvido na Palestina no início de 2012. O Documento de Referência faz uma análise básica da situação na Palestina, identifica claramente as principais demandas e indica estratégias de solidariedade para uma paz justa, baseada em direitos humanos e no direito internacional.

Abong promove 1º Fórum Brasileiro de Redes, Organizações e Ativistas de Defesa de Direitos


De 6 a 8 de dezembro, a cidade de São Paulo receberá a 4ª edição da Feira ONG Brasil, evento sem fins lucrativos composto por exposições em estandes e um congresso internacional. A Abong participará com a realização de diferentes atividades, dentre elas o 1º Fórum Brasileiro de Redes, Organizações e Ativistas de Defesa de Direitos, em 7 de dezembro. Na ocasião, serão debatidos temas relacionados à democratização do Estado e da sociedade no Brasil, cooperação internacional e desafios para a construção de alternativas ao atual modelo desenvolvimento.

O principal objetivo do fórum é ampliar a visibilidade sobre o trabalho realizado pelas organizações que atuam em defesa de direitos, e sobre a articulação política entre os diversos tipos de entidades, no Brasil e no mundo. O objetivo do Fórum é reunir representantes da sociedade civil e também governamentais, brasileiros e internacionais, para compartilhar perspectivas e desafios, além de construir estratégias comuns de atuação.

Evento debate novas configurações do trabalho frente às migrações


Será realizado, no dia 23 de novembro, o seminário "Migrações, novas configurações do trabalho e crise do capitalismo cognitivo - Encontro com Sandro Mezzadra". A idéia do encontro é fazer uma exposição sobre como a migração - mesmo com o controle de fronteiras cada vez mais reforçado - ainda consegue traçar linhas de fuga à rigidez da divisão internacional do trabalho e, sobretudo, como essas linhas constituem motores fundamentaius das profundas transformações que vêm operando no interior do capitalismo contemporâneo, reconfigurando a própria democracia e as concepções de cidadania e de trabalho. Quase sempre apresentada como uma categoria antipolítica, a fuga tem constituído, de acordo com Sandro Mezzadra, uma forma privilegiada de subjetivação e um dos instrumentos básicos de recusa do exercí­cio dos direitos de cidadania por via da integração e da subordinação. O evento começará às 14h no auditório Oliveira Castro, do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas, que fica na rua Xavier Sigaud, 150, Urca, Rio de Janeiro.

UFRJ promove encontro sobre defesa nacional, política migratória e geopolítica


Acontece, no dia 10 de dezembro, no Rio de Janeiro, a VII Rodada Latino-americana do Laboratório de Estudos da América Latina (LEAL). O tema do evento é Defesa Nacional, Política Migratória e Geopolítica da Economia Internacional. Haverá debates sobre: estratégia nacional de defesa na história do Brasil; Defesa, gestão e fronteiras; A política migratória brasileira no século XXI (nova abordagem ou velhos paradigmas?); e Os reflexos geopolíticos da economia internacional sobre a América Latina. O encontro contará também com o lançamento do livro "Relações internacionais: evolução e teorias da ciência do mundo", de Marcelo Coutinho, professor da UFRJ. Não é necessária a inscrição. Dúvidas devem ser esclarecidas pelo e-mail lealufrj@gmail.com.

Rádios comunitárias, legislação e direito à comunicação serão debatidos em Brasília


A Associação Mundial de Rádios Comunitárias realizará no dia 22 de novembro, em Brasília, o seminário internacional “Direito à Comunicação, Democracia e Convergência Tecnológica”, concomitantemente haverá o lançamento do Programa Mundial de Legislações e Direito à Comunicação da AMARC. O objetivo é: defender e promover o estabelecimento de condições favoráveis para o funcionamento eficaz das rádios comunitárias tanto nas políticas públicas quanto na legislação e regulamentos.

O lançamento do Programa Mundial de Legislações e Direito à Comunicação da AMARC será realizado no Brasil para fortalecer a experiência acumulada na América Latina e no Caribe em matéria de legislações. Realizamos atividades e apresentações de sucesso junto à Comissão Interamericana de Direitos Humanos – CIDH, sobre defesa e promoção do direito à comunicação, além da visibilidade de modelos inovadores de políticas públicas de reconhecimento do setor da Radiodifusão Comunitária em vários países, e do apoio internacional em defesa de radialistas, contra censura e discriminação de rádios comunitárias.

Maré debate Pacificação


No dia 6 de novembro será exibido o 5x Pacificação no espaço BELA Maré. A sessão vai contar com a presença do cineasta Cacá Diegues, o secretário de segurança José Mariano Beltrame e os diretores Cadu Barcellos, Rodrigo Felha, Luciano Vidigal e Wagner Novais.

“Um momento impar na história do Complexo da Maré. Uma favela que não tem em seu território instalada uma UPP, mas que a discute com a favela, o asfalto e com a cidade, seus benefícios, malefícios, erros e acertos”, afirma Cadu Barcellos.

O documentário, 5x Pacificação, procura contar a história das UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora) nas favelas do Rio de um modo diferente do que se vê nos noticiários, buscando retratar um olhar de dentro, do morador, quem vive todo esse processo.
O espaço Bela Maré fica na rua Bittencourt Sampaio, nº 69 – Maré (próxima à passarela 10 da Avenida Brasil), 17h.

Evento resgata memórias e conta histórias de comunidade carioca


Acontece, no dia 27 de outubro, das 16h às 20h, a I Mostra Cultural Turano, História e Arte. A iniciativa é do Grupo de Trabalho Memórias do Turano, criado por moradores e parceiros locais para resgatar e contar histórias das comunidades da região. Será um dia de atividades culturais e de lazer, gratuitas, para o público, entre elas: exposição fotográfica, roda de conversa, recital de poesia, apresentações musicais etc. Entre os parceiros estão o programa Territórios da Paz, da Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos, o Instituto Pereira Passos e o Projeto Bairro Educador. Nos arquivos em anexo estão a programação e o mapa do local.

Encontro de mulheres jovens acontece em São Gonçalo


A Casa da Mulher Trabalhadora vai realizar, no dia 20 de outubro, das 14h às 18h, o Encontro de Mulheres Jovens. O evento terá a exibição do filme "Preciosa - uma história de esperança". Após o filme, haverá um bate-papo sobre violência doméstica, sexual e outras formas de violência vivenciadas pelas mulheres jovens.

Sobre o filme: "Preciosa" é uma adolescente de 16 anos que sofre uma série de privações durante sua juventude. Violentada pelo pai e abusada pela mãe, ela cresce sem qualquer tipo de amor...Ao passar a frequentar uma escola alternativa, encontra um meio de refúgio e esperança.

Seminário internacional debate políticas culturais


Acontece, de 19 a 21 de setembro, no Rio de Janeiro, o III Seminário Internacional Políticas Culturais. O evento vai reunir especialistas, estudiosos e interessados nas questões relativas à culturais, com o objetivo de divulgar trabalhos e promover debates no campo das ações políticas, das reflexões históricas, assim como das teóricas e práticas.

O encontro será composto por seções de conferências, palestras e mesas de comunicações individuais, sendo gratuito e aberto ao público em geral.

Alguns dos temas são: indústrias criativas e políticas culturais; economia criativa e megaeventos; políticas e governos locais; patrimônio e memória; cultura e direito; formação, gestão e financiamento entre outros.

Certificados serão fornecidos a participantes com 75% de frequência.

III Seminário Nacional Cátedra Sérgio Vieira de Mello


 

Estão abertas as inscrições para o III Seminário Nacional Cátedra Sérgio Vieira de Mello, que será realizado nos dias 18 e 19 de setembro na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), com o apoio do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR). Com o tema “O Papel das Universidades na Proteção dos Refugiados: 15 Anos da Lei Brasileira de Refúgio”, o seminário é direcionado à comunidade acadêmica e outros públicos interessados em questões como direito internacional e legislação brasileira sobre refúgio e apatridia,assim como integração local e políticas públicas para a população refugiada no Brasil.