Campanha nacional por uma infância e adolescência sem racismo


racismo naoO Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) lançou no final de novembro a sua Campanha Nacional “Por uma infância e adolescência sem racismo – Valorizar as diferenças na infância é cultivar igualdades". A ação tem como objetivo alertar a sociedade sobre o impacto do racismo na vida de milhões de crianças e adolescentes brasileiros e promover iniciativas de redução das disparidades, aumentando a valorização da diversidade étnico-racial.

A iniciativa conta com a participação do ator e embaixador do UNICEF no Brasil, Lázaro Ramos, que gravou um filme de quatro minutos onde discute a situação das crianças negras e indígenas no Brasil. A produção tem ainda uma versão reduzida de 27 segundos, peças impressas e spots de rádio destinados gratuitamente aos canais de televisão e veículos que apoiarem a campanha. Será distribuído ainda um folheto institucional que propõe “Dez maneiras de contribuir para uma infância sem racismo”, com orientações sobre como identificar, evitar e combater atitudes e ações discriminatórias. A campanha terá duração de um ano e será acompanhada de um blog ( www.infanciasemracismo.org.br ).

O papel da mídia pode ser marcante para o sucesso da mobilização desde a cobertura e veiculação das peças de campanha até a inserção qualificada da temática em suas pautas. Nessa perspectiva, os veículos de comunicação são convidados a se engajar como parceiros na Campanha.

A estratégia de mobilização contempla inicialmente os lançamentos estaduais das campanhas e, na sequência, um conjunto de ações articuladas ao longo do ano 2011 pelo UNICEF e parceiros.