Aberta a inscrição para projetos no Fundo da Juventude Urbana, dentro do Programa da ONU para o direito à moradia


A Agência da ONU para o direito à moradia anunciou que o Fundo da Juventude Urbana concederá recursos para projetos liderados por jovens entre 15 e 32 anos. Os jovens que quiserem concorrer aos recursos, precisarão estar à frente de empreitadas inovadoras em questões como empregabilidade, boa governança urbana, moradia e garantia de posse.

Pequenas iniciativas de desenvolvimento estão aptas a concorrer a bolsas no valor de até R$ 49 mil ($ 25.000, em valores atuais). Este financiamento objetiva a promoção do empoderamento da juventude como solução para uma melhor governança urbana.

Levando em consideração que existem hoje um bilhão de pessoas que moram em favelas, estima-se que mais de 70% tenham idade inferior a 30 anos. Esses jovens possuem poucos recursos para tornar melhor a própria vida, embora esteja em crescimento o número de projetos liderados por pessoas nessa faixa etária que vivem em moradias precárias e dependem de apoio financeiro para levar adiante as transformações desejadas para suas comunidades.

O processo seletivo estará aberto de 15 de fevereiro a 15 de abril. Para obter mais informações, acesse a página da Agência da ONU para o direito à moradia.