Mostra Cinema e Direitos Humanos abre inscrições


A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), em parceria com o Ministério da Cultura e a Universidade Federal Fluminense, abriu as inscrições de produções audiovisuais para a 9ª Mostra Cinema e Direitos Humanos no Hemisfério Sul. Pela primeira vez desde a sua criação, serão aceitas produções oriundas do continente africano. As inscrições ficam abertas até o dia 9 de junho e devem ser realizadas pelo site do evento

A Mostra de Cinema e Direitos Humanos incluirá até 40 filmes e deverá percorrer as 27 capitais do País entre os dias 3 de novembro e 14 de dezembro de 2014. Paralelamente, pelo segundo ano consecutivo, também será realizada a Mostra Democratizando, que consiste na distribuição de kits com dois longas-metragens e três curtas, para serem exibidos nos espaços culturais pelo Brasil. A meta este ano é atingir até 1.600 cidades. O edital para seleção desses espaços deverá ser lançado nos próximos dias.

A mostra é voltada a obras realizadas em países sul-americanos e africanos, finalizadas a partir de 2012, e que tenham caráter relativo aos Direitos Humanos. A programação compreende uma seleção de filmes contemporâneos que, desde 2008, também são selecionados por meio de chamada pública, além de uma retrospectiva histórica, homenagens e programas especiais. A lista dos filmes selecionados para 2014 será divulgada pela internet até 11 de agosto de 2014.

Poderão ser inscritas produções com os seguintes temas: Direitos das pessoas com deficiência; População LGBT/enfrentamento da homofobia; Memória e verdade; Crianças, adolescentes e juventude; Pessoas idosas; População negra; População em situação de rua; Mulheres; População indígena; Direitos Humanos e segurança pública; Proteção aos defensores de Direitos Humanos; Direito à participação política; Combate à tortura; Situação prisional; e Democracia e Direitos Humanos. Não há restrição quanto à duração, gênero ou suporte de captação/finalização. As exibições serão em suporte digital.

Além de divulgar os filmes selecionados, a Mostra de Cinema e Direitos Humanos incluirá dois prêmios. Escolhido a partir da votação do público, o Prêmio Aquisição – da TV Brasil – oferecerá R$ 30 mil para o melhor longa-metragem, R$ 14 mil para o melhor média-metragem e R$ 8 mil para o melhor curta. Já o Prêmio Democratizando oferecerá R$ 25 mil para longas e curtas que – selecionados por sua importância para a formação em Direitos Humanos – são incluídos na Mostra Democratizando.

 

Fonte: Portal Brasil