Mulheres dizem não ao capitalismo verde


A crise de hoje não é apenas uma crise ambiental ou financeira, é uma crise do sistema. O padrão de consumo dos países industrializados só se mantém e se expande às custas da intensificação da exploração do trabalho e da apropriação privada da natureza. Mas a natureza não acompanha essa corrida para produzir e consumir cada vez mais. É uma lógica muito parecida com a do controle sobre o trabalho e a vida das mulheres: as mulheres são responsáveis pelo cuidado com a casa e com a comunidade e seu tempo é visto como flexível e inesgotável. Esse trabalho doméstico e de cuidados contribui para amortecer os impactos tanto de políticas neoliberais como das crises do modelo capitalista. A edição completa está disponível para download no site http://cupuladospovos.org.br/wp-content/uploads/2012/01/Jornal_da_SOF.pdf.

Foto: Elaine Campos