Movimento da luta antimanicomial: trajetória, avanços e desafios


Luta antimanicomialEste artigo, escrito por Guilherme Correa Barbosa, Tatiana Garcia da Costa e Vânia Moreno aborda a trajetória da luta antimanicomial, apresentando algumas das ações desenvolvidas a fim de mudar a visão social sobre a loucura. As iniciativas da luta antimanicomial almejam trazer à consciência da população as situações de desrespeito que os portadores de transtorno mental enfrentam, tanto no convívio com a sociedade quanto na atenção à saúde mental. O texto destaca o fato de que esse movimento ainda não tenha se institucionalizado. Alguns dos maiores desafios do movimento são a necessidade dos profissionais de saúde mental redescobrirem sua história e respeitarem sua trajetória e os usuários reconhecerem a importância da parceria e necessidade da presença de técnicos de saúde mental como mediadores do processo em construção. Assim, o texto observa o fato de que usuários, familiares e trabalhadores devem ser os protagonistas de uma nova forma de cuidado em saúde mental.

 

Publicado originalmente nos Cadernos Brasileiros de Saúde Mental. Confira o documento completo fazendo o download do pdf abaixo.

AnexoTamanho
2017-8050-1-PB.pdf101.59 KB