IV Seminário de Legislação e Direito à Comunicação da AMARC Brasil


A Associação Mundial de Rádios Comunitárias - AMARC Brasil realiza o IV Seminário de Legislação e Direito à Comunicação no dia 11 de agosto de 2011, das 9h às 18h, no Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro (Evaristo da Veiga, 16, 17º andar, Rio). O evento será um espaço de reflexão sobre a radiodifusão comunitária no contexto de um novo marco regulatório de comunicação para o Brasil. Segue abaixo a programação. A idéia é a construção coletiva de propostas para uma legislação que efetivamente contemple a comunicação comunitária em nosso país.

Como especialistas avaliam os cinco anos da Lei Maria da Penha


MalhetePassados cinco anos da Lei Maria da Penha, a Agência Patrícia Galvão repercute com especialistas de diferentes áreas o impacto da Lei e o que ainda falta para que seja garantido efetivamente às mulheres brasileiras o direito a uma vida sem violência.

 

O futuro das telecomunicações em debate no Rio de Janeiro


Futuro das Telecomunicações no BrasilO Clube de Engenharia e a Carta Capital vão realizar, no dia 12 de agosto, das 9h às 15h, o seminário "O Futuro das Telecomunicações no Brasil". O evento colocará em debate temas como 'política industrial para a área de telecomunicações' e 'perspectivas das telecomunicações e o Plano Nacional de Banda Larga'. Após os painéis, haverá palestra com o Ministro das Comunicações, Paulo Bernardo. O seminário será no auditório do Clube de Engenharia, que fica na Avenida Rio Branco, 124, Centro, Rio de Janeiro (RJ).

Brahma Kumaris lança campanha pela calma


Campanha Escolha a Calma Brahma KumarisNo dia 7 de agosto, em Belo Horizonte (MG), a Organização Brahma Humaris no Brasil vai realizar o pré-lançamento da campanha "Escolha a Calma". A iniciativa é dedicada à comunidade para promover a paz e a não-violência. O objetivo é fornecer ferramentas e recursos educacionais que capacitem as pessoas a superar o medo e a raiva em suas diversas formas, possibilitando assim a experiência da calma.

Curso para jornalistas vai preparar profissionais para a cobertura de gênero, raça e etnia


Curso de Gênero, Raça e Etnia para JornalistasDe 20 de julho a 3 de agosto, profissionais e estudantes de Jornalismo podem se inscrever no Curso de Gênero, Raça e Etnia para Jornalistas, promovido pela FENAJ – Federação Nacional dos Jornalistas e a ONU Mulheres – Entidade das Nações Unidas para a Igualdade de Gênero e o Empoderamento das Mulheres, com apoio da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial – SEPPIR e da Secretaria de Políticas para as Mulheres - SPM.

Plataforma internacional busca inovação em voluntariado corporativo


Foi lançada no dia 5 de julho, em Madri, Espanha, a Voluntare, rede global que reúne os principais atores e informações de referência, além de notas técnicas, guias de boas práticas e notícias sobre voluntariado corporativo internacional. Enfim, uma plataforma mais precisa sobre o que se faz nesse campo pelo mundo. O objetivo da nova rede é fomentar programas na área a partir do estímulo ao debate, reconhecimento de novas formas de trabalho, criação de um banco de dados global, estímulo à constituição de grupos de trabalho regionais, ao mesmo tempo em fortalece práticas de transparência e ética. Tudo isso, voltado ao desenvolvimento de ações inovadoras, voltados ao benefício coletivo.

Desemprego na América Latina e no Caribe não irá superar 7,0% em 2011


TrabalhoA vigorosa recuperação  econômica da América Latina e do Caribe permitirá registrar uma nova e significativa queda na taxa de desemprego, a qual passará de 7,3% em 2010 para entre 6,7% e 7,0% em 2011, segundo a CEPAL e a OIT.

Aprovada lei de remissão de pena pelo estudo


Educação no Sistema Prisional Foto do Governo do Espírito SantoA Associação Juízes para a Democracia, que integra o movimento "Educar nas Prisões", divulga que foi aprovada e sancionada a lei que trata da remissão da pena pelo estudo. A lei representa um avanço na defesa dos direitos humanos por pacificar o tema no judiciário.

6 de julho: Dia Nacional de Mobilização na luta por educação, alimento e trabalho decente


No dia 6 de julho, a CUT (Central Única dos Trabalhadores), em parceria com a Marcha Mundial das Mulheres, MST, FUP, CMP e outras entidades da CMS (Coordenação dos Movimentos Sociais), realizará um Dia Nacional de Mobilização em Defesa da Classe Trabalhadora, por educação, alimento e trabalho decente. A Marcha Mundial das Mulheres se somará às reivindicações colocadas pelo Dia Nacional de Mobilização em Defesa da Classe Trabalhadora na luta por trabalho decente, educação, defesa das reformas agrária, política e tributária, e pela transformação das condições de vida de mulheres e homens brasileiros, participando de todas as mobilizações que acontecerão por todo o país.

Governo quer participação de municípios em conferência nacional de políticas para mulheres


Para estimular a participação de representantes na III Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres, o governo federal vai distribuir um material explicativo sobre a mobilização dos organismos municipais. O anuncio foi feito durante audiência pública da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Assembléia Legislativa do Rio (Alerj), realizada no dia 28 de junho. O evento nacional contará com várias etapas, começando com reuniões municipais que acontecerão de julho a agosto. Depois, serão realizadas as fases estaduais, de setembro a outubro, e o processo terminará com a reunião nacional de 12 a 15 de dezembro.