Cadernos

Brasil se torna sede da WINGS em janeiro


A Worldwide Intiative for Grantmaker Support (WINGS), a rede global de associações de apoio a investidores sociais privados, chegará ao Brasil em 2011. A organização, que já passou pelos Estados Unidos, Bélgica e Filipinas, agora terá sua sede fixa em São Paulo, a partir de janeiro. Criada formalmente no ano de 2000, a Wings é uma organização cujo princípio é fortalecer a cultura da filantropia internacional por meio de programas de aprendizado, intercâmbio de conhecimento e aprimoramento profissional de forma local, regional e global. Ao todo, são 140 membros, de 55 países que estarão de olhos voltados para o Brasil.

Combate à AIDS no RJ: ONGs lançam alerta sobre o descaso


aids rjMarcando o Dia Mundial de Luta Contra a AIDS, o Fórum de ONGs AIDS do Estado do Rio de Janeiro - instância de mobilização, articulação e representação política que congrega 120 organizações da sociedade civil envolvidas na luta contra a AIDS - protocola no Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro carta solicitando providências contra o descaso e a negligência que atravessam as políticas públicas de combate à AIDS no estado, que tem o segundo pior coeficiente de mortalidade por AIDS no país.

Organizações sociais marcam presença na COP-16


Acontece até 11 de dezembro, em Cancun, no México, a 16ª Conferência das Partes (COP-16) da Convenção da ONU sobre Mudanças Climáticas e 6ª Reunião das Partes (MOP-6) do Protocolo de Quioto. Movimentos sociais nacionais e internacionais marcam presença nos eventos, realizando diversas atividades na sede da Conferência e em diversos países. O foco central dessas mobilizações é divulgar informações e ampliar o espaço de discussão, análises e formulação de propostas e estratégias da sociedade civil, das organizações e dos movimentos sociais sobre mudança climática.

Relatoria Especial para o Direito à Moradia Adequada das Nações Unidas lança documento sobre migrações e direito à moradia


Icone migrantesNo relatório sobre migrações e direito à moradia, de Outubro de 2010 - produzido pela Relatoria Especial para o Direito à Moradia Adequada da ONU - são analisadas as leis, tratados e demais instrumentos jurídicos internacionais que tratam do direito à moradia dos imigrantes. O relatório também analisa as dificuldades encontradas por imigrantes - legais e ilegais - para ter acesso  à moradia adequada e dedica atenção especial à situação dos imigrantes trabalhadores da economia informal e aos pertenecentes a grupos vulneráveis, como mulheres e crianças. 

Palabras del Comité Internacional del IV Foro Social Mundial de Migraciones en el acto inaugural


excluidosEn nombre del Comité Internacional (CI) del IV Foro Social Mundial de Migraciones (FSMM), Luiz Bassegio, del Grito de las y los Excluidos, al dar la bienvenida a las delegaciones que llegaron a Quito desde diversos países de África, Asia, Europa y América Latina para participar del FSMM, agradeció a la ciudadanía de esta ciudad andina y a las autoridades locales por la oportunidad de realizar este Foro y colocar sobre la mesa debates y reflexiones en torno a las luchas de las y los migrantes por la defensa de sus derechos y por la construcción de un modelo social que construya actores y pueblos

Quem aparece nas notícias?


mulher filmeDesde 1995 o Projeto de Monitoramento Global de Mídia (GMMP, por sua sigla em inglês) tem documentado a profunda negação das vozes das mulheres nos meios de comunicação de todo o mundo. O projeto se enraíza numa das preocupações medulares e persistentes do movimento de mulheres em todo o mundo: as políticas de representação.

 

Número de conselhos tutelares aumenta, mas estrutura ainda é precária


Pesquisa exclusiva da Andi revela que existem hoje, pelo menos, 5.772 conselhos no país (2010), um aumento de 23,94% em relação a 2006, quando havia 4.657. Porém, a falta de estrutura dos órgãos prejudica gravemente o atendimento prestado às crianças e aos adolescentes.

Comunicação Comunitária: desenvolvimento local nas ondas do rádio


radio comunitariaDespertar a vontade de estar na rua, aprender sobre sua comunidade, ser atuante, cobrar e mostrar o que existe na “sua quebrada”, os talentos, a escola, o comércio e a identificação de cada problema são os objetivos desse trabalho e os alvos de uma rádio comunitária. Mas depois de ter esses sentidos aflorados, surgem as perguntas: como e o quê fazer? Qual o primeiro passo a seguir? Faço sozinho? Quem vem comigo? Sobre o que falar?

A realidade concreta do aborto


Por Washington Castilhos, do CLAM - Além de mostrar que 15% das brasileiras entre 18 e 39 anos já fizeram aborto – o que significa uma em cada sete ou cerca de 5,3 milhões de mulheres – a Pesquisa Nacional do Aborto (PNA), primeira pesquisa nacional domiciliar sobre o tema, derruba uma série de mitos em torno de quem já interrompeu a gravidez e traz à tona um paradoxo: segundo pesquisa de 2008 do instituto Datafolha, para 68% dos brasileiros (as) a legislação do aborto deve continuar restritiva como está, apesar da realidade das mais de 5 milhões de brasileiras que já abortaram e possivelmente se incluem no grupo

Programa Telecentros.BR divulga propostas selecionadas para sua primeira fase


telecentrosO governo federal divulgou nesta terça-feira, 27 de abril, a lista das iniciativas selecionadas na primeira fase do Programa Nacional de Apoio à Inclusão Digital nas Comunidades - Telecentros.BR. Foram avaliadas 1.071 propostas encaminhadas pelo Brasil inteiro. Os recursos do Programa são da ordem de R$ 165 milhões e o objetivo é apoiar a implementação de três mil centros gratuitos de acesso à internet, bem como fortalecer de outras cinco mil unidades em todo o paí­s.