Você está aqui

Pontos de vista

A ponte entre Belo Monte e o cobre da reserva

Em dezembro de 2011 centenas de jovens bloquearam a avenida Paulista, deitando-se no asfalto, simbolizando o que morreria com a construção da hidrelétrica de Belo Monte.  O ovo do belo monstro, em alegoria ideal, fora botado às margens do rio Xingu em 1972 pela promiscuidade militar e os negócios amazônicos, os desejos do país do futuro. O ovo não gorou e a choca percorreu muitos governos, no ninho quente das polêmicas.

Governo temerário traz a fome de volta

É preciso resistir mais que nunca e lutar para impedir os retrocessos. A maioria da população só tem a perder com o arranjo político em exercícioPor Nathalie Beghin e Iara Pietricovsky*

Brasil esquenta banco no G20

Por Manoel Ramires

Liberdade de aprender

Por Rosana Leite*

A “crise” da Previdência é mais uma balela

por Cesar Locatelli

Precisamos de desenvolvimento?

Por Guilherme Carvalho*

Terra enche barriga sim, deputado

A frase do ex-ministro da Justiça, quase ministro da Transparência e atualmente deputado federal, Osmar Serraglio, ficou famosa. “Terra não enche barriga de ninguém”, disse o então ministro da Justiça aos indígenas que reivindicavam a demarcação de suas terras. Os fatos mostram que o titular da cadeira que protegia Rocha Loures – o suplente e assessor de Temer filmado com a mala de dinheiro – não falava a verdade.

Qual a Sensação? Como é?

Por Thiago dos Santos Paulo

Páginas

Theme by Danetsoft and Danang Probo Sayekti inspired by Maksimer